Tutorial – Aprenda a fazer WASH com tinta óleo

Avenger 09_zpsjvjhnkwf

Muito comentado nos fóruns sites e grupos de modelismo, o wash é sem dúvidas uma técnica muito interessante e que traz uma riqueza ainda maior aos detalhes do kit. Este da foto ao lado é autoria do modelista Thunderbolt. Entretanto, o wash é perigoso, e quando o modelista ainda não se habituou com a técnica, pode acabar destruindo a pintura e decais de um modelo que estava lindo!

Existem centenas de técnicas para wash, com produtos e modos de execução diferentes, mas eu trago hoje a minha favorita, feita com TINTA ÓLEO. Bora lá?

Olá pessoal! O wash, ou washed, consiste em preencher os relevos e junções do seu modelo com uma tinta bem diluída, preenchendo as linhas e fazendo marcas, acentuando e destacando ainda mais os detalhes e a pintura em si. O wash é propício para modelos com baixo relevo, por onde a tina irá entrar e marcar o modelo. É possível fazer a técnica em modelos com alto relevo, mas isso é mais complicado e irá ficar para outro tutorial. Hoje, iremos ver como aplicar wash em baixo relevo! Como disse acima, existem centenas de técnicas para se fazer Wash, PORÉM, todas elas tem uma única coisa em comum: Wash EXIGE atenção especial com o verniz utilizado.

maxresdefault.jpg

Uma regra é básica: NUNCA, eu disse NUNCA aplique wash de uma base sobre o verniz de sua mesma base, sempre faça wash com base diferente do verniz aplicado. Simplificando, faça wash óleo/esmalte sobre verniz acrílico, ou wash acrílico sobre verniz esmalte.

Mas o que acontece exatamente se misturar as bases na hora de executar a técnica? Bom, com 99% de certeza, o produto irá colar no verniz, e não irá mais sair, literalmente estragando a pintura e os decais, e com quase toda a certeza você terá que remover toda a tinta e começar novamente.

Click nas imagens abaixo para ver o resultado:

Mas porque estou dizendo isso antes mesmo de ensinar a técnica? Porque é necessária muita atenção com o verniz que iremos utilizar!

VERNIZ:

O verniz é a peça chave do wash. Após ser feita a pintura, aplicamos uma fina camada de verniz para protege-la. Após isso, aplicamos os decais, e protegemos mais uma vez toda a superfície do modelo com o verniz. Nestes dois casos, o verniz DEVE ser o mais brilhante possível. Tanto o decal quanto o wash exigem uma superfície lisa para que tudo funcione como deve funcionar, e apenas o verniz brilhante consegue deixar tudo bem liso. Desta maneira, o decal é aplicado e não apresenta o silvering (manchas nas áreas transparentes do filme do decal) e o wash escorre e pode ser removido com facilidade sobre toda a superfície. Aliás, ainda falando em decal, o wash é feito sobre ele para dar um certo desgaste e sujeira nele também, tornando seu modelo mais realista.

DSCN6108

Verniz brilhante no modelo (foto: Coladores de Plástico)

Como neste caso iremos utilizar tinta óleo (serve para esmalte e/ou betume de judéia), DEVEMOS obrigatoriamente utilizar um verniz brilhante ACRÍLICO. Assim, quando o produto óleo diluido em solvente mineral for aplicado, não irá colar sobre o verniz e a superfície do modelo, o que ocorreria caso o verniz fosse esmalte.

Então vamos recapitular antes de começarmos em si o tutorial. Eis os passos:

1- Pintura

2- Verniz brilhante

3- Decais serão aplicados

4- Boa camada de verniz brilhante.

Agora, vamos ao tutorial!

Algumas fotos de modelos antes do wash:

APLICAÇÃO DO VERNIZ:

O verniz mais comum utilizado para o wash é o FUTURE ou o BRILHO FÁCIL. Ambos são produtos alternativos para o modelismo. O Future é fabricado nos Estados Unidos e não é encontrado para venda aqui no Brasil. A única maneira de conseguir o produto é adquirindo no exterior (também vale pedir para um amigo que está lá nos States trazer uma garrafa para você) ou comprando com outros modelistas. O Future é excelente e sua cobertura, na minha opinião, é melhor do que qualquer outro verniz brilhante acrílico próprio para o modelismo. O Brilho Fácil é uma alternativa nacional para o Future. Apesar de alguns modelistas não gostarem, dá pra usar tranquilamente na hora da aplicação de decais e do wash. Outra cera nacional também pode ser utilizada, a Bravo Flash. No caso destas duas alternativas nacionais, elas deverão ser com composição incolor:

 

Todos os produtos acima podem ser aplicados com Aerógrafo ou pincel. Caso use Future, recomendo três demãos finas no aerógrafo, ou duas no pincel, aguardando a secagem entre elas. No caso das alternativas nacionais, aplique pelo menos 5 demãos no aerógrafo, ou 3 no pincel. Após isso, é necessário deixar tudo secar muito bem.

Você pode acelerar este processo usando (com cuidado) um secador de cabelos, mas eu recomendo deixar secar naturalmente por no mínimo umas 8h.

IMG_2044_zps9efec7a9

PREPARO E APLICAÇÃO DO WASH:

Após deixar tudo secar, você irá chegar na parte legal (e crítica) da técnica, o preparo e a aplicação do wash. Caso você use produtos prontos como os da AK ou MIG, a etapa do preparo não será necessária, mas eu recomendo preparar um wash com óleo para ver como é legal. Além de economizar, você poderá controlar muito bem a cor que o wash irá ter.

Você irá precisar de tinta óleo, um pote, palito para misturar tudo, um pincel macio e um diluente para a tinta óleo, que pode ser aguarrás ou terebintina. Eu tenho usado este último, e estou gostando muito dos resultados:

IMG_2288_zpsfc6e775c.jpg

Na foto acima estão as tintas que normalmente eu utilizo. Lá estão as cores preto, branco, terra de siena natural e terra de siena queimada. Para modelos que operaram no deserto, gosto de usar a terra de siena queimada,  para os outros teatros de operação, misturo preto com um pouco de branco e terra de siena natural, para criar um tom legal, também conhecido por aí como chocolatão kkkkkkkkk.

Dica: A tinta óleo possui muito óleo em sua composição (não me diga!), que pode atrapalhar na hora da aplicação. Para remover um pouco deste óleo, coloque um pouco da tinta sobre um pedaço de papelão e aguarde alguns minutos. Após isso, basta colocar a tinta no potinho onde você irá diluí-la.IMG_2294_zpse9cddcdd.jpg

Após isso, basta colocar as tintas no potinho que irá usar para a diluição, e acrescentar bastante diluente até ter basicamente uma água bem suja. Você deve diluir bastante, e misturar muito bem:

 

Agora vem a hora crítica, a aplicação! Você pode optar por duas formas de aplicação: Ou aplicar com um pincel fino e macio, apenas nas linhas de relevo, ou com um pincel largo e macio, aplicando o produto em toda a superfície do modelo. Em kits mais limpos, a primeira opção é melhor, mas quando a intenção for sujar tudo mesmo, e alterar a tonalidade da pintura (excelente característica do wash com tinta óleo), recomendo sujar todo o modelo:

 

Após a aplicação você deixa o produto descansar. Tem gente que deixa até de um dia pro outro, mas eu espero entre 20 a 30 minutos para começar a limpeza:

 

LIMPEZA:

Agora chegou o grande momento, a hora de limpar tudo! O produto que eu mais gosto de usar para remover o excesso do Wash é guardanapo de papel de cozinha, este abaixo. Você irá cortar em pedacinhos:

 

Com cuidado, eu disse COM CUIDADO, você irá remover o excesso do wash. O sentido obrigatório é da parte frontal para a parte traseira, ou seja, do nariz do avião para a sua cauda, no caso.

Aí que está a peça chave para não estragar tudo e manchar a pintura: Você não deve esfregar a superfície do modelo, mas apenas passar o papel muito de leve, removendo AOS POUCOS, bem de leve mesmo. Quando o papel começar a ficar sujo, jogue fora e pegue um pedaço limpo. Com paciência, dará tudo certo. Se ao final de todas as tentativas de remover o excesso sem esfregar ainda sobrar algum pedaço difícil de sair, use um cotonete umedecido no produto com que você diluiu o wash, bem de leve.

 

Após isso, se deu tudo certo, o resultado será mais ou menos este:

 

Caso o wash não tenha ficado firme em algum relevo baixo aplique e tente novamente. Vale lembrar que é necessário tomar cuidado para não cobrir os relevos durante a pintura, ou seja, use sempre a tinta bem diluída, assim dará tudo certo desde o começo da pintura até a finalização do wash.

BONUS: Wash com Betume de Judéia

O wash com betume de judéia é tão simples quanto o com tinta óleo. Basta diluir o produto e aplicar sobre o kit selado com verniz brilhante acrílico. A diferença é que o betume, após seco, simplesmente não sai do kit. Então, aplique e imediatamente remova o excesso, corrigindo os erros ou vazamentos. Caso ele seque, não irá sair mesmo!

O betume é o produto mais indicado para simular manchas de óleo, por conta da sua tonalidade. Logo, ele fica legal tanto no modelo inteiro em si, mas principalmente nas regiões que podem ser expostas à óleo. Eu, particularmente, nunca tive coragem de fazer wash em um kit inteiro usando betume de judéia.

Então é isso pessoal! Espero que tenham gostado da técnica! Agora, seguem algumas fotos de kits com wash bem aplicado, para mostrar mais uma vez o quão legal esta técnica é. Lembre-se que existem outras maneiras de desenvolver esta técnica, logo logo eu as trarei, mas esta é a que eu mais gosto, e recomendo que treinem, após acertar o ponto da diluição, tudo fica bem fácil e você irá gostar! Vale destacar ainda que eu demonstrei a técnica em um avião, mas ela pode ser utilizada em qualquer modelo que tenha relevo propício, seja militaria, autos, navios e até figuras. Abaixo das imagens, segue um tutorial em vídeo mostrando como fazer o wash com tinta óleo.

 

Grande abraço e até a próxima!

CONFIRA O TUTORIAL EM VÍDEO:

 

 

 

Anúncios

8 comentários sobre “Tutorial – Aprenda a fazer WASH com tinta óleo

  1. Olá!

    Fiz um teste em casa: Se aplicar Brilho Fácil com pressão um pouco acima de 10 psi ele entope meu aerógrafo ( agulha 0,3). Então experimentei diluir com um pouco de vidrex. Como não formou aquela “nata” e ficou bem fino, apliquei no aerógrafo. Hoje vou fazer o teste com wash pra saber se protege tão bem como se não estivesse diluída. Já tentou algo parecido? Qual a pressão pra aplicar BF sem diluir?

    Abraços!

    Curtir

  2. Bom dia!!!, apos uso de tinta acrílica que verniz sintético pode usar?, para depois poder usar wash acrílico (vallejo), a maior parte das marcas vendem verniz acrílico ( italeri, vallejo, tamiya, acrilex), pode usar o verniz comum que vendem para madeira?, o qual das marcas conhecidas tem verniz sintetico propio para plastimodelismo?, grato.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s