M551 Sheridan – História e montagem na 1/35

20160126110406Fala pessoal! O M551 Sheridan foi um tanque leve de apoio à infantaria e também de reconhecimento, que serviu no Vietnã, no Panamá e no Golfo.

Confira os detalhes e a história deste veículo, bem como um modelo na escala 1/35 montado pelo modelista Vinícius Rodrigues Pauli, o Pajé (Ourinhos/SP).

O M551 Sheridan foi um blindado desenvolvido para missões de assalto e reconhecimento, fabricado nos EUA, com o intuito de ser transportável por aviões e poder atravessar áreas alagadas, como o C-130. Ele leva o nome do General Philip Sheridan, que lutou na Guerra Civil americana.

O veículo era equipado com um canhão M81 de 152mm, que podia operar o lança-míssil teleguiado MGM-51 Shillelagh. A produção teve início em 1966, e ele passou a equipar as Forças Armadas dos Estados Unidos em 1967. Um total de 1 700 Sheridan’s foram construídos até 1970, quando a produção cessou.

fff

Sheridan durante ação no Vietnã

A pedido do general Creighton Abrams, comandante das Forças Militares dos EUA no Vietnã, o M551 foi levado às pressas para o combate, em janeiro de 1969. Em abril e agosto 1969, M551s foram enviados para unidades na Europa e Coréia. Por não se estabelecer na categoria “MBT” (Main Battle Tank, ou Tanque de Guerra), o Sheridan foi classificado como Veículo Armado de Reconhecimento (AR/AAV).

C-130_airdrop.jpg

C-130 Hércules lança um M551 sem tocar no solo.

O veículo podia ser aerotransportado e suportava ainda quedas de pequenas alturas. Um palete especial absorvia a maior parte do impacto durante o pouso. Essa manobra permitia entregar o veículo mesmo quando a aterrissagem do avião de transporte não era possível, seja pela pista curta, seja pela defesa do inimigo. No momento, o Sheridan era o único veículo do Exército Americano que poderia desempenhar esta função. A estrutura do veículo era feita de ligas de alumínio soldadas, enquanto sua torre era feita de aço, na tentativa de aliviar o peso. A armadura frontal protegia contra tiros de até 20mm, enquanto sua proteção geral segurava projéteis de até 14mm.

MGM-51_Shillelagh2

MGM-51 Shillelagh é disparado em combate

A arma do veículo permitia lidar com a grande maioria dos Tanques de Guerra (MBT) disponíveis na época em combate à curta distância, entretanto, não tinha precisão à longas distâncias. Ele também tinha poder de fogo suficiente para apoiar infantarias.

3770815431_2e16b25dff_z

Vietnã, anos 70.

Se tratando de armamento secundário, o Sheridan era equipado com uma metralhadora de 7x62mm e um canhão .50 antiaéreo.

m551_sheridan

Operação no Vietnã foi um tanto conturbada.

O veículo era tripulado por quatro militares, e equipado com um motor diesel Detroit Diesel 6V53T, que gerava 300cv de potência. Aproximadamente 200 veículos deste tipo foram utilizados durante a Guerra do Vietnã. Sua experiência revelou uma série de inconvenientes, como a vulnerabilidade à granadas e minas. Sua arma principal também teve diversos problemas com rachaduras após séries de tiros, além de ter um recuo (“coice”) muito forte para um veículo leve.

Quase todos foram adaptados em campo para ajudar a sanar os problemas.

PANAMA_007.JPG

Sheridan, e outros veículos americanos, em trânsito na avenida Balboa, em Dezembro de 1989, durante a operação Just Case, no Panamá.

Após o Vietnã, o veículo recebeu modificações definitivas, sendo transformado em M551A1, que contava com suspensão melhorada, além de mira a laser. Este veículo serviu no Panamá em 89, e equipou algumas unidades do Corpo de Fuzileiros Navais durante a Guerra do Golfo, em 1990-91. Esta versão é a representada pelo Pajé em seu kit.

4826.jpg

Sheridan em missão no Golfo, 1990.

Após o conflito, o Sheridan foi aposentado, sendo substituído em partes pelo M3 Bradley e pelo M60A1, versão modernizada do herói de guerra M60.

2016012611f0413

Sheridan 1/35 do Vinícius “Pajé”

20160126110406

Sheridan 1/35 do Vinícius “Pajé”

20160126110411

Sheridan 1/35 do Vinícius “Pajé”

20160126110413

Sheridan 1/35 do Vinícius “Pajé”

20160126110408

Sheridan 1/35 do Vinícius “Pajé”

20160126110410

Sheridan 1/35 do Vinícius “Pajé”

20160126110139

Sheridan 1/35 do Vinícius “Pajé”

O Pajé montou um kit da Academy, na escala 1/35, e fez a pintura utilizando tintas da Humbrol. Quer ver sua montagem aqui? Envie as fotos e um texto contando como foi a experiência para o nosso e-mail (tomplastibr@gmail.com).

Até a próxima!

 

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s