Chipping usando spray de cabelo

5Olá pessoal! Ontem nós mostramos aqui como fazer a técnica do chipping (os descascados e falhas na pintura) utilizando a técnica da esponja (click aqui para ver). O nosso amigo Jorge Luiz fez um tutorial explicando uma forma diferente de atingir o resultado, desta vez, utilizando spray pra cabelo. Acompanhem!

Vamos acompanhar então o conteúdo que nos foi autorizado a reprodução:

“Primeiro pintei todo o modelo com a cor que eu queria de fundo, da parte desgastada. Fiz com Tinta Acrílica Tamiya Hull Red. Após a pintura, dei uma demão de verniz também acrílico brilhante.

1.jpg

Tinta e verniz aplicados

Próximo passo é dar uma demão boa de spray de cabelo…fiz com o aerógrafo. Dei 3 demão pra ficar bem aplicado. Demora bem pra secar o spray, então cuidado. Ele forma uma película (casquinha) que irá se soltar na hora dos desgaste. PONTO: Para remover o spray da lata, basta aplicar ele em um copo, contra a borda. Irá escorrer e ficar no fundo do copo, em aspecto líquido. O mesmo vale para vernizes e outros produtos em lata.

2.jpg

Spray aplicado com aerógrafo, em 3 demãos.

Depois disso é só pintar o modelo com a cor de base. Usei acrílica também. A cor depende e varia de modelo pra modelo. O meu era areia alguma coisa.

4

Após seca a tinta de base vem a mágica do desgaste. Com um pincel duro e água, é só passar sobre a tinta que ela vai se soltando e formando as áreas desgastadas. A quantidade de desgaste se dá pela pressão do pincel, então cuidado pra não descascar o modelo todo. Também pode ser usado álcool (de limpeza) pra fazer o desgaste ao invés da água, mas ele ataca muito mais rápido a tinta e solta “lascas” maiores.

Moderação é sempre a chave pra fazer esse desgaste.

5.jpg

Rodas desgastadas

6.jpg

Tanque desgastado. Precisei fazer algumas correções pois exagerei em alguns pontos, era a primeira vez que utilizava a técnica.

7

Por fim o trabalho finalizado, após todas as outras técnicas de desgaste.

Considerações finais: É uma técnica fácil de se fazer, o único ponto chato é esperar as secagens (tinta de base, verniz, spray e tinta de novo).

Numa escala de 0 a 10 acho que é de dificuldade 6, e pelo fato de termos mais controle sobre o desgaste e os desgastes saírem sempre com padrões indefinidos, é o que deixa a técnica com cara de algo próximo do realista.”

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s